Quem somos

Minha foto

Somos duas pessoas que através de uma linda jornada dentro do eu, fruto de um trabalho terapeutico maravilhoso ficamos encantadas com as próprias descobertas, resultados e cura, esse conjunto de coisas aconteceu como consequência de uma conexão honesta, sólida e humana entre terapeuta e paciente. Diante de tantas alegrias e descobertas fomos movidas a por um sentimento de comprometimento pelo próximo, que nos levou a criar este blog, para que vocês usufruam e apliquem em suas vidas (se lhes for útil) nossas metáforas, imagens e meditações. Aproveitem!
Com carinho,
Clarissa e Keli

quarta-feira, 6 de março de 2013

Te admiro!


Keli,

Esta bem difícil, eu decidi enfrentar os sentimentos que não vão embora, comigo isso não sei se funciona pois eu fico muito envolvida com os pensamentos e sentimentos. 

No livro “o poder do agora”diz que os sentimentos são ilusão, para que eu vou dar importância a isso?

Quero usar a minha habilidade mental de ficar focada e sentir o sucesso e a alegria e a ausência de solidão, até por que na presença de Deus não há ausência, certo?

Mas, se passar a vida focada em algo que não existe, e não ver a realidade também não vou viver o presente e ai estaria desperdiçando minha vida.

A verdade, é que faz um ano que estou mentalizando e acreditando e me transformando e não atingi os objetivos que me propus...está certo... eu fui muito além, descobri dons em mim e aprendi a confiar neles  como nunca e isso talvez seja muito maior do que me propus a alcançar, mas deixaria tudo de lado, para olhar para o lado e ter alguém que sem abrir a boca dissesse:- eu quero estar aqui, aqui é meu lugar eu escolhi dividir meus momentos com você.

Por que isso é tão difícil? Será possível? Será que sou tão ruim assim que ninguém pode me amar? Será que não sou capaz? Será que isso não é pra mim e insisto só por que não tenho?

Eu aprendi a desapegar..alias...faz 4 anos que estou desapegando e dizendo: - tudo bem Deus, eu entendi que esse relacionamento não é pra mim... minha vida continua a mesma. E eu aceito.

Tudo bem....já entendi a lição. E tenho consciência de que sempre estarei aprendendo e lapidando coisas dentro de mim, nunca me sentirei pronta, isso impede que alguém divida seus momentos comigo?

Deus não é surdo, ele já ouviu o que quero, Ele não é autista, não é menor que eu para eu ter que explicar e desenhar para que Ele entenda.....por que não acontece?

Qual o caminho da encruzilhada que pego agora? O do presente? O do aperfeiçoamento? O dos dons? O do compartilhar? Ou....será mesmo que tenho que escolher um destes?


 Clarissa,

O momento presente é o único que temos. Podemos viajar com nossas mentes para o passado e para o futuro e quando fazemos isto estamos produzindo pensamentos inúteis. Podemos gerar pensamentos de medo, raiva, indignação que são os pensamentos negativos. A verdade é que para estar inteira no momento presente é preciso esvaziar a mente, eliminar os ruídos mentais inúteis e negativos, nos livrar de expectativas, respirar e preencher a mente com paz, confiar nos caminhos saudáveis da vida, confiar verdadeiramente em Deus. As coisas são como elas são e acontecem como tem que acontecer. 

O arco-iris aparece no céu entre o fim da chuva e o brilhar do sol.  Tudo tem seu tempo e se o desejo é a semente, ela vai germinar no tempo exato para florescer.

Qual o caminho você deve seguir? O seu caminho com coração. O que está seguindo agora. Confie. No momento presente você está se aperfeiçoando, está conhecendo e exercitando seus dons e aprendendo a compartilhar cada dia mais.

Te admiro.

Abraços
Keli

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget