Quem somos

Minha foto

Somos duas pessoas que através de uma linda jornada dentro do eu, fruto de um trabalho terapeutico maravilhoso ficamos encantadas com as próprias descobertas, resultados e cura, esse conjunto de coisas aconteceu como consequência de uma conexão honesta, sólida e humana entre terapeuta e paciente. Diante de tantas alegrias e descobertas fomos movidas a por um sentimento de comprometimento pelo próximo, que nos levou a criar este blog, para que vocês usufruam e apliquem em suas vidas (se lhes for útil) nossas metáforas, imagens e meditações. Aproveitem!
Com carinho,
Clarissa e Keli

sexta-feira, 3 de maio de 2013

Amor e medo


Antes escolhia relacionamentos pensando, este é gentil, este é bonito, este é sofisticado, este sabe cozinhar, esse é aventureiro, esse supre minhas carências, hoje escolho relacionamentos baseada somente no que sinto. O relacionamento pode parecer louco, pode não ter sentido, pode ser “fora da lei”, mas sigo o que meu coração diz:- e este diz a cada batida, que bom sentir isso, então vou atrás. Da mesma forma, se meu coração diz: não siga, eu mudo o rumo.

Solto os sentimentos, me envolvo e delicio com eles, sinto eles no meu coração e aceito. Perdi o medo de sentir ou a necessidade de prevenir o que pode dar errado.

Alguém disse: “nem sempre apostamos para ganhar” e no amor é assim, também na vida.

Se eu perder a aposta, meu coração os invés de celebrar, vai doer; mas não vai parar de bater.

E a minha dor, assim como minha alegria, vai me mostrar que no meu caminho eu fui fiel comigo mesma. Fiel, a meus sentimentos, minhas emoções e minha vida, a vida que Deus me proporcionou. A vida é isso! É amar, parar de amar, sofrer, amar de novo, sorrir!

Quero surfar nas ondas dos meus sentimentos e mergulhar bem fundo se cair, mas quero poder dizer, que sei qual é a sensação, ou melhor que tive a sensação de deslizar em uma onda de 30 metros, por exemplo. Isso é incrível! não tem preço!!!!!

Não quero mais guiar minha vida pelos meus medos e sim pelas emoções que me fazem bem. Respeitar meu coração e desfrutar das coisas boas que Deus me dá, mesmo que elas não durem para sempre. Alias, não é por que as coisas não duram eternamente, que não são verdadeiras, não é mesmo?

A alegria de criança acaba! Um pai amoroso morre! Comer um morango delicioso acaba! A emoção de uma montanha russa acaba! A melhor transa da vida acaba! É tudo real!

O que não acaba é a lição que fica com o que passou, com tudo o que Deus nos dá, aprender, aprender, aprender....olhar para o passado e se orgulhar de ter sido honesto comigo mesma, não acaba...NUNCA.

É isso!!! Ter a certeza que podes contar contigo mesma, apesar do que possa acontecer, não acaba nunca!

Se eu pudesse dizer algo de valor a alguém, eu diria: presenteie-se com sua vida, com cada momento de sua vida e com o melhor que você pode ser diante dela!

A cada momento. A cada alegria. A cada dor. A cada traição. A cada lição. A cada beijo.  A cada sentimento. A cada segundo e só! 

A costureira.

Sempre achei que a vida fosse uma colcha de retalhos, pequenos momentos felizes que faziam um lindo trabalho manual.

Uma colcha que aquecia corações e desenhava lembranças, mas precisava achar um SENTIDO maior para essa colcha,algo fundamental para a colcha.

O que os retalhos precisam?

São as costuras!!

As costuras unem os panos, os pequenos trapinhos de felicidade, é o que dá forma ao lindo trabalho, que enche nossos olhos e realmente nos aquece.

Eu estava meio perdida entre trapinhos quando encontrei uma costureira, que me ajudou a emendar os paninhos e construir a colcha da minha vida, onde todas as cores e formas fazem sentido.

Keli, se você não tivesse costurado a colcha, os retalhos da minha vida, acho que nada, faria completo sentido, você emendou meus trapinhos de felicidade e até os de infelicidade para que realmente a colcha tivesse consistência para aquecer os momentos mais frios do ano! Deus preparou esse momento, tenho certeza!

Eu desejo que todos achem uma ótima costureira, como você em suas vidas....


Clarissa,

A costureira se deu conta que tinha a sua frente uma outra costureira de alta costura!

Abraços

Keli

Ocorreu um erro neste gadget